Publicada em 30/10/2012 às 00h00. Atualizada em 20/01/2015 às 10h04

Doenças reumáticas só atacam pessoas idosas? Veja alguns mitos e verdades sobre o assunto.

O iSaúde Bahia conversou com o reumatologista Dr. Jozélio Carvalho e esclareceu para você alguns mitos e verdades sobre o assunto.

CONTEÚDO HOMOLOGADO Bahiana
Compartilhe

Muito se fala sobre elas. Mas o que realmente você sabe sobre as doenças reumáticas? A fim de elucidar alguns mistérios sobre o assunto, o iSaúde Bahia entrevistou o médico reumatologista Dr. Jozélio Carvalho que também nos confirmou alguns mitos e verdades sobre enfermidades como artrite, lúpus, gota e outras. Confira!

iSaúde Bahia -  O que trata o reumatologista? Quais as principais doenças relacionadas?

Dr. Jozélio Carvalho
 - O reumatologista é o clínico do sistema osteomusculoarticular e trata de dois grupos principais de doenças. O grupo das doenças degenerativas e metabólicas que compreende a osteoporose, a artrose, lombalgias, tendinites, bursites, gota. O segundo grupo abrange as doenças autoimunes que inclui o lúpus, miosites, esclerodermia, síndrome antifosfolipide (abortos e tromboses) e outras.

iSB  - O que é artrite? Existe mais de um tipo?

Dr. Jozélio Carvalho 
- A artrite é a inflamação de uma articulação e se caracteriza por dor associada a inchaço, calor local ou vermelhidão da articulação. É um sinal clínico presente nas doenças inflamatórias. O paciente deverá procurar o reumatologista para fazer o diagnóstico e, em seguida, o acompanhamento da doença reumatológica ele tem.

iSB  - O que são artrose e gota?

Dr. Jozélio Carvalho
 - Artrose é uma doença degenerativa das articulações. Acomete principalmente as mulheres e, geralmente, a partir dos 45-50 anos de idade. Acomete mais os joelhos, quadris, coluna e dedos das mãos.

A gota é uma doença causada pela elevação do ácido úrico e se caracteriza por crises de dor mais inflamação, inicialmente no dedão do pé e, com o tempo, em outras articulações como tornozelos, dorso dos pés, joelhos e outras.

iSB  - O que é lúpus?

Dr. Jozélio Carvalho
 - O lúpus é a doença considerada modelo de doença autoimune, ou seja, existe a presença de células e de anticorpos que atacam componentes do próprio corpo como as articulações, a pele, as membranas que envolvem o coração e pulmões, os rins e outros órgãos.

iSB - Quais as principais causas das doenças reumáticas?

Dr. Jozélio Carvalho
 - Em geral, são desconhecidas. Embora se saiba que existe um componente genético que se associa ao ambiental, tais como a obesidade induzindo a artrose, o tabagismo induzindo a artrite reumatoide, o uso de medicações, tais como anticoncepcionais, no lúpus. Esses são alguns exemplos, embora se saiba que há pessoas com artrose sem serem obesas, que têm artrite reumatoide e nunca fumaram e têm lúpus e nunca usaram anticoncepcionais. São apenas alguns das dezenas ou centenas de fatores identificados.
 
iSB - O que é febre reumática?

Dr. Jozélio Carvalho
 - A febre reumática ocorre após uma infecção de garganta (amigdalite) estreptocócica, após cerca de  três semanas, quando o paciente jovem (dos 5 aos 15 anos de idade) irá apresentar inflamação das articulações e, em alguns casos, comprometimento das válvulas do coração. Devido à presença da bactéria estreptococo, o indivíduo irá fazer uso de penicilina benzatina de forma prolongada.

iSB  - Quais os principais tratamentos?

Dr. Jozélio Carvalho
 - Depende de cada doença, há tratamentos específicos para cada uma delas, desde o uso de medicações orais, injeções, a infiltrações, pulsoterapia, fisioterapia, terapia ocupacional, atividade física e outros.

iSB - A fisioterapia pode ser considerada um tipo de tratamento?

Dr. Jozélio Carvalho
 - Sim, claro. A fisioterapia pode ser empregada na maioria dos casos reumatológicos em conjunto com o tratamento clínico.



MITOS E VERDADES

1 - Doenças reumáticas só atacam pessoas idosas.
Mito. Há doenças como a artrite reumatoide juvenil que pode  iniciar-se aos três anos de idade, a febre reumática dos 5 aos 15 anos, o lúpus a partir da adolescência até os 50 anos, a artrite reumatoide a partir dos 45 anos.

2 - O frio piora o quadro do paciente de artrite.
A maioria das pessoas se queixa desse fato. O que se sabe de estudos é que alterações da pressão atmosférica, muito mais do que a temperatura, influenciam a dor articular, o que é comum em elevadas altitudes onde a pressão atmosférica é alta e a temperatura também mais baixa. 

3 - Mulheres sofrem mais de doenças reumáticas que homens.
Verdade. A maioria das doenças reumáticas acomete mais as mulheres. Mas, existem doenças que predominam nos homens como a gota.

4 - Dor nas articulações é sinal de doença reumática.
Em geral, sim. O médico reumatologista deverá ser procurado rapidamente para avaliação desse sintoma.

5 - Doenças reumáticas deixam o paciente estéril.
Algumas doenças reumáticas podem gerar esterilidade por comprometimento das gônadas (testículos e ovários), mas é algo raro de ocorrer.

6 - Doenças reumáticas incapacitam o paciente e deve parar de trabalhar.
Mito. Quando bem tratadas e acompanhadas, o indivíduo pode ter sua vida normal ou próxima à normalidade.

7 - Atividade física é contraindicada a pacientes com doenças reumáticas.
Mito. Ao contrário. A atividade física acompanhada por profissionais qualificados está indicada nesses pacientes.

8 - Doenças reumáticas não têm cura.
Mito. Algumas doenças reumáticas como artrite gonocócica, tendinites, bursites têm cura. As outras doenças reumatológicas podem ser muito bem tratadas deixando a  vida do paciente normal ou próxima ao normal, quando seguem as orientações do reumatologista.

9 - Algumas doenças reumáticas são contagiosas.
Mito.

10 - Doenças reumáticas deixam o paciente com deformidades.
Podem deixar quando demora o diagnóstico e o início do tratamento. Portanto, quando a pessoa apresentar dor ou inflamação da articulação (calor local ou vermelhidão) deve procurar imediatamente o reumatologista.
 

Compartilhe
Serviços Gratuitos
  • Ambulatório Docente-Assistencial da Bahiana (ADAB)
    Tel.: (71) 3276 8200
    End. Av. D. João VI, 275, Brotas, Salvador, Bahia, CEP. 40.290.000
  • Hospital Universitário Prof. Edgard Santos (HUPES)
    Tel: 3283-8392
    Rua Augusto Viana S/N, Canela, Salvador, Bahia - Cep 40.110-060
 

Redes Sociais