Publicada em 30/03/2017 às 20h11. Atualizada em 03/04/2017 às 09h29

Dor de Cabeça: Mitos e Verdades

Muito tempo em jejum ou deixar de usar os óculos corretivos de grau podem dar dor de cabeça.

CONTEÚDO HOMOLOGADO Bahiana
Compartilhe

iSaude Bahia - Beber água evita crises de dor de cabeça?

LABED - Verdade. A água é considerada um solvente natural, que ocupa cerca de 70% da massa corporal, cuja função é hidratar o corpo, auxiliando nas reações metabólicas das células, diluição de nutrientes, eliminação de substâncias tóxicas, manutenção da temperatura corporal, entre outras. A falta da ingestão de água resulta em um desequilíbrio na dinâmica do organismo, o que pode provocar desidratação, sendo um dos seus sintomas a dor de cabeça. Assim, para evitar uma crise de dor de cabeça por desidratação, é necessário beber água regularmente, não apenas quando estiver com sede, pois essa condição já é sinal de desidratação. Grande parte dessas crises podem ser desencadeadas pela permanência de horas sem beber água. Se esse não for o caso, é importante que se observe outros fatores desencadeantes ou, se necessário, procure ajuda médica para investigar a origem das crises de dor de cabeça.

iSB - Jejum dá dor de cabeça? 

LABED - Verdade. Ficar muitas horas sem se alimentar faz com que haja uma diminuição de açúcar no sangue, favorecendo o aparecimento de tontura e dor de cabeça. Segundo a Sociedade Brasileira de Cefaleia, o jejum prolongado produz substâncias que desencadeiam dor. As células do corpo precisam de energia para realizar suas reações metabólicas corretamente, e a sua falta pode gerar alterações no equilíbrio do corpo. Porém, existem pessoas que conseguem fazer um longo período de jejum sem essas complicações devido a adaptações desenvolvidas em vida adotado.

iSB - Não usar os óculos de grau (para as pessoas que têm essa indicação) pode dar dor de cabeça?

LABED - Depende. Pode ser considerado verdade nos casos de hipermetropia (dificuldade de ver de perto) fazendo com que as pessoas forcem a visão para enxergar, causando assim, dor de cabeça. Isso ocorre, muitas vezes, após uma leitura ou o uso contínuo do computador, sendo considerado cansativo para pessoas hipermétropes manterem a imagem em foco nítido, o que faz com que o cristalino do olho tenha que se ajustar para poderem ver corretamente. Outro problema é o estrabismo, pois a pessoa força os olhos sob enorme tensão para mantê-los paralelos. Os óculos, quando possuem a prescrição correta, apenas corrigem a qualidade da visão, o que facilita que a visão seja mais clara. As dores de cabeça são muito comuns em pessoas que possuem algum problema oftalmológico, como no caso do astigmatismo, uma distorção da visão por conta da córnea dos olhos que possui um formato oval ao invés de redonda, tornando a visão distorcida e isso pode provocar dor de cabeça. O uso dos óculos ou lentes com o grau adequado pode corrigir o problema. Essa questão pode ser considerada mito quando, em muitas vezes, as dores de cabeça forem relacionadas ao estresse, sendo que, se a pessoa possuir cansaço visual, isso pode adicionar um desconforto de uma dor de cabeça, mas não a sua causa. 

" Uma boa noite de sono ajuda no controle de funções importantes do corpo e das funções metabólicas importantes, como pressão sanguínea, batimentos cardíacos, o que já evita uma crise de dor de cabeça..."

iSB - Dormir pouco pode ocasionar dores de cabeça?

LABED - Verdade. A qualidade do sono é um dos fatores que influenciam no equilíbrio do organismo. Uma boa noite de sono ajuda no controle de funções importantes do corpo e das funções metabólicas importantes, como pressão sanguínea, batimentos cardíacos, o que já evita uma crise de dor de cabeça por conta do desequilíbrio dessas funções. Além disso, uma regular noite de sono de 6 a 10 horas (de acordo com a necessidade de cada pessoa), em horário regular, ajuda a reduzir crises de enxaqueca.

iSB - Comer em excesso pode dar dor de cabeça?

LABED - Mito. Apesar de o consumo de determinados alimentos exercerem grande influência na incidência de dor de cabeça e desencadearem crise de enxaqueca, comer demasiadamente não possui relação direta com a cefaleia. Em indivíduos saudáveis, a principal relação entre a alimentação e a dor de cabeça ocorre devido a grandes períodos em jejum e ao consumo exagerado de carboidratos refinados, assim como a ingestão de bebidas alcoólicas, chocolates, queijos amarelos, embutidos, entre outros, que possuem substâncias que podem causar dor de cabeça. Porém, algumas pessoas possuem predisposição genética a sentir enxaqueca. Nessas pessoas, as crises são mais frequentes e desencadeadas por diversos fatores como no caso dos alimentos. Além disso, existem as reações alérgicas alimentares em que ocorre uma resposta imune por conta de algumas substâncias contidas em determinados alimentos que são consideradas pelo sistema imune como uma ameaça, liberando moléculas que são capazes de defender o organismo – os anticorpos. Um dos sintomas por conta dessa reação alérgica é a enxaqueca.

Referências:

CRUZ, M.A.E.; Cabral, C.A.C.; Marins, J.C.B. Nível de Conhecimento e Hábitos de Hidratação dos Atletas de Mountain Bike. Fitness & Performance Journal. v. 8. Num. 2. p. 79-89.

Cardoso, Samuel Dias, and Sandro Conceição Souza. Aspectos fisiológicos da ingestão de água no organismo humano e sua influência no rendimento atlético. Revista de Trabalhos Acadêmicos  v.1, n. 2, 2010.

Cefaleia & Enxaqueca. Calor ou Frio para a Cefaleia e Enxaqueca. Disponível em:<http://www.cefaleia-e-enxaqueca.qns.com.br/aplicacao-de-calor-ou-frio-para-alivio-da-cefaleia-e-enxaqueca//>. Acesso em: 18.1.16.

Artigos da Sociedade Brasileira de Cefaleia. Disponível em: <http://www.sbce.med.br/SBCe/index.php/pt-br/>. Acesso em: 18.1.16.

Por que problemas de visão podem causar dores de cabeça? Disponível em: <https://www.zeiss.com.br/vision-care/pt_br/better-vision/entendendo-a-visao/saude-e-prevencao/por-que-problemas-de-visao-podem-causar-dores-de-cabeca.html>. Acesso em: 18.1.16.

FELIPE, M. R; CAMPOS, A; VECHI, G. MARTINS, L. Implicações da alimentação e nutrição e do uso de fitoterápicos na profilaxia e tratamento sintomático da enxaqueca – uma revisão. Nutrire: rev. Soc. Bras. Alim. Nutr. J Brazilian Soc. Food Nutr., São Paulo, SP, v. 35, n.2, p. 165-179, ago. 2010.Dr. Queiroz Neto. Miopia, hipermetropia e astigmatismo. Disponível em: <http://drqueirozneto.com.br/miopia-hipermetropia-e-astigmatismo/>. Acesso em: 18.1.16.

Mais sobre dor de cabeça. Disponível em:<http://www.dordecabeca.com.br/dor-de-cabeca/a-falta-do-uso-de-oculos-pode-ar-dor-de-cabeca//>. Acesso em: 18.1.16.

FELDMAN, ALEXANDRE. Beber Água Previne Enxaqueca. Enxaqueca com.br, 05/12/2016. Disponível em:<http://www.enxaqueca.com.br/blog/beber-agua-previne-enxaqueca/>. Acesso em: 18.1.16.

Compartilhe

Autor(es)

  • Bruno Teixeira Goes / CREFITO 148775F

    Graduado em Fisioterapia pela Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública (2009). Mestrando do curso de Pós-Graduação em Biotecnologia em Saúde e Medicina pela FIOCRUZ/BA, professor do curso de Fisioterapia da Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública.

  • Liga Acadêmica Bahiana para o Estudo da Dor (LABED) 2015.1 /

    Verônica Moitinho Sena - Unime/Fisioterapia (Presidente) Manuela Prazeres Santos - Bahiana - Medicina (Vice-presidente) Larissa da Silva Souza - Bahiana/Fisioterapia Lorrana Mendes Gama - Bahiana/Enfermagem Lizandra de Oliveira Silva - Bahiana/Psicologia Mariana Orsi Almeida - Bahiana/Fisioterapia Tisla Santos - Bahiana/Biomedicina Andreia Guimarães ( Uneb-Fisioterapia)

Saiba Mais

     

    Redes Sociais