Publicada em 20/07/2012 às 00h00. Atualizada em 20/07/2012 às 11h52

Entenda as Diferenças entre os Exercícios Anaeróbios e Aeróbios

Cada um desses exercícios possuem influências sobre o nosso corpo, mas o que significam esses termos?

CONTEÚDO HOMOLOGADO Bahiana
Compartilhe

"Os exercícios físicos podem ser classificados em aeróbios e anaeróbios de acordo com a sua exigência metabólica e produção de energia para o trabalho celular".

Exercício físico é qualquer atividade que mantém ou aumenta a aptidão física relacionada à saúde ou ao desempenho, mas podem ser realizados com diversos fins, incluindo o entretenimento. Os exercícios físicos podem ser classificados em aeróbios e anaeróbios de acordo com a sua exigência metabólica e produção de energia para o trabalho celular.

Exercícios anaeróbios

Exercício anaeróbico é um tipo de atividade física em que predomina o fornecimento de energia por processos metabólicos que não envolvem oxigênio. A palavra “anaeróbio” significa literalmente "sem oxigênio" ou "sem presença de oxigênio”.  

Esses exercícios são de alta intensidade e podem ou não envolver movimentos cíclicos. Por serem mais intensos, se comparados aos aeróbios, requerem uma produção de energia de forma mais rápida e para isto recorrem aos sistemas anaeróbios do nosso organismo. Por convenção, são os exercícios que proporcionam fadiga antes dos três minutos de prática. As modalidades anaeróbias clássicas são: a musculação, o pilates, futsal, vôlei, basquete etc. 



Os treinos anaeróbios são mais apropriados para o ganho de força, potência muscular e hipertrofia. Preparam também nosso sistema cardiovascular para melhor suportar o aumento de pressão que ocorre quando realizamos em nosso cotidiano algo que envolva grande força, como abrir uma janela emperrada, arrastar móveis, empurrar algo pesado etc. 

"Os treinos anaeróbios são mais apropriados para o ganho de força, potência muscular e hipertrofia".



Aumento da massa muscular, aumento da massa óssea e aumento da força são alguns dos principais benefícios dos exercícios anaeróbios. Isso é particularmente importante para quem quer envelhecer de forma saudável e mais independente dos cuidados de terceiros. Essas atividades também melhoram a sensibilidade insulínica, ajudando a controlar o metabolismo dos açúcares e ajudam a prevenir picos de pressão, diminuindo o risco de acidentes vasculares.

Exercício aeróbios

Já o exercício aeróbico é aquele que utiliza o oxigênio no processo de geração de energia dos músculos. Esse tipo de exercício trabalha uma grande quantidade de grupos musculares de forma rítmica. Normalmente são exercícios com gestos repetitivos ou cíclicos e executados em intensidade baixa a moderada.

"Normalmente são exercícios com gestos repetitivos ou cíclicos e executados em intensidade baixa a moderada".

Essas atividades são as que melhor proporcionam aumento da capacidade cardiorrespiratória (aumentam o fôlego) e gastam muita energia (contribuem para o emagrecimento).  A prática regular desses exercícios pode melhorar o metabolismo das gorduras e dos açúcares (aumenta a sensibilidade das células pela insulina), pode induzir maior produção de substâncias que relaxam os vasos sanguíneos (tornando a pressão mais baixa), pode aumentar a quantidade de capilares no coração (o que melhora o fluxo de sangue para suas células) e proporciona melhor regulação hormonal (ajuda a regular o metabolismo). Alguns exemplos de exercícios aeróbios são: andar, correr em intensidade moderada, patinar, nadar, dançar, pedalar etc. 

E qual o melhor para emagrecer?

Compartilhe

Autor(es)

  • Cloud Kennedy Couto de Sá

    Cloud Kennedy Couto de Sá /

    Possui Graduação em Educação Física pela Universidade Federal da Bahia (1997), Mestrado em Nutrição pela Universidade Federal da Bahia (2004) e cursa o Doutorado em Medicina e Saúde Humana na Escola Bahiana de Medicina e Saúde Pública.

 

Redes Sociais