Publicada em 08/03/2012 às 00h00. Atualizada em 28/03/2012 às 11h06

Importância dos Exercícios Físicos para a Saúde da Mulher

Confira os benefícios que a prática esportiva pode trazer para a sua saúde

CONTEÚDO HOMOLOGADO Bahiana
Compartilhe

A prática regular de atividade física tem seus benefícios já bem comprovados em ambos os sexos. Fazer exercícios regularmente é tão importante para a saúde quanto cuidar da alimentação e do sono. Além de saudável, a atividade física promove bem-estar e melhora a qualidade de vida.  Para o sexo feminino, essa abordagem adquire algumas especificidades que incluem desde as diferenças do perfil hormonal e dos percentuais de gordura e massa muscular até as respostas e adaptações ao exercício.   

Embora a doença arterial coronariana (DAC) seja a principal causa de morte em homens e mulheres, a cada ano aumenta mais esse número entre as mulheres. Na idade jovem, o risco de ataque cardíaco é menor nas mulheres em relação aos homens e isso traz a falsa impressão de que a mulher estará sempre protegida. Entretanto, com o aumento da idade, o risco de ataque cardíaco torna-se semelhante em homens e mulheres. 

Apesar dessas estatísticas, muitos profissionais de saúde, assim como o público citam o câncer de mama e a osteoporose como os maiores riscos de saúde para mulheres acima de 50 anos. Esses são problemas importantes, mas devemos nos lembrar de que o risco de morte por doença coronária entre as mulheres na pós-menopausa é de 31% contra 2,8% para fratura de quadril e de câncer de mama. 

"... o risco de morte por doença coronária entre as mulheres na pós-menopausa é de 31% contra 2,8% para fratura de quadril e de câncer de mama".

As mulheres que optam por um estilo de vida mais saudável e incluem a prática de exercícios em sua rotina diária reduzem o risco dessas doenças e complicações, sobretudo, daquelas cardiovasculares, metabólicas e até mesmo de alguns tipos de câncer, como o de mama, do cólon e da vesícula biliar. Além disso, melhoram a saúde óssea e reprodutiva, o humor, a autoestima, controlam os níveis de estresse e o peso corporal.

Mesmo durante a gravidez, as mulheres podem e devem exercitar-se. Com a ajuda dos exercícios, grávidas conseguem manter seus níveis de aptidão, reduzir desconfortos e dores, dormir melhor, combater a constipação, controlar o ganho de peso e o estresse, prevenir o diabetes gestacional, melhorar a imagem corporal e acelerar a recuperação pós-parto. No entanto, diante dessa condição especial deve-se ressaltar a necessidade da avaliação médica para dimensionar possíveis riscos. 


Além do fator saúde, outra preocupação bastante presente nos programas de exercícios femininos é a estética. Afinal, qual mulher não quer ter a felicidade de exibir um corpo mais esbelto? No entanto, cabe destacar que os objetivos de melhoria estética e de promoção de saúde podem (e devem) andar juntos. Preocupar-se com o peso corporal, por exemplo, é muito importante para os objetivos estéticos e de saúde. Da mesma forma, o aumento da musculatura (hipertrofia) tem impacto sobre a apresentação corporal e pode promover maior gasto energético, controle glicêmico e lipídico, disposição, dentre outros.

Entre uma variedade muito grande de exercícios, atualmente as modalidades favoritas do sexo feminino são a musculação, a corrida, o pilates e a ioga. Entretanto, não há uma única modalidade capaz de atender a todas as necessidades e expectativas. Na hora de optar por uma atividade, o mais importante é tentar escolher aquelas que lhe agradem e que possam contemplar todos os componentes da aptidão física relacionados à saúde. Assim, para obter melhores resultados é crucial combinar um conjunto de atividades de condicionamento cardiorrespiratório (como as caminhadas/corridas, natação etc.), com atividades de aptidão muscular (musculação, pilates etc.), flexibilidade e composição corporal.     

Na hora do exercício é preciso estar sempre atenta para realizar as atividades da forma mais segura e confortável possível. Conhecer o seu estado atual de saúde, os seus potenciais e capacidades orgânicos poderá esclarecer o que deve ser feito, como deve ser feito e o que deve ser evitado. Nesse sentido, também é importante lembrar que se deve escolher uma atividade com a qual você se identifique e que esteja adequada ao seu nível atual de aptidão. Isso favorecerá a regularidade e aderência. 

"... é importante lembrar que se deve escolher uma atividade com a qual você se identifique e que esteja adequada ao seu nível atual de aptidão".



Por fim, o aumento da atividade física deve ser gradual, com o uso de equipamentos e vestimentas apropriados. Se já iniciou, mantenha-se firme para atender seus propósitos com o exercício. Se ainda não começou, estabeleça metas, organize-se, planeje e... calce seu tênis e vamos lá... Sua saúde agradece!

Fotos

Compartilhe
 

Redes Sociais