Publicada em 06/01/2012 às 23h00. Atualizada em 07/02/2012 às 17h26

O que fazer em caso de QUEIMADURAS?

Aprenda os graus de queimaduras que atingem a pele e saiba como socorrer uma pessoa em caso de acidente.

CONTEÚDO HOMOLOGADO Bahiana
Compartilhe

Como dizia o velho ditado: Prevenir é melhor do que remediar. Porém, quando o mal já está feito, só nos resta contar com a boa memória e colocar em prática os primeiros socorros. É o caso das queimaduras e de suas dolorosas consequências. Saiba como evitar ou amenizar o desconforto de quem, por descuido, brinca com o fogo. 

O que são as queimaduras?
São lesões provocadas por temperaturas muito altas ou muito baixas, produtos químicos, choques elétricos ou quando a pessoa fica muito tempo exposta ao sol.



Graus de queimadura

1º GRAU

As queimaduras desse tipo atingem apenas a epiderme, que é a camada mais superficial da pele. O local fica vermelho, um pouco inchado, e é possível que haja um pouco de dor. É considerada queimadura leve e pede socorro médico apenas quando atinge grande extensão do corpo. É causada principalmente por exposição ao sol.

Como socorrer vítimas de queimadura de 1º grau?

1. Use água para resfriar o local. Faça isso com água corrente, utilizando um recipiente com água fria ou compressas úmidas. Não use gelo

2. Depois de cinco minutos, quando a vítima estiver sentindo menos dor, seque o local sem esfregar

3. Passe creme hidratante 

4. Apenas nesse caso é permitido e recomendável beber bastante água 

2º GRAU


Já não é superficial: epiderme e derme são atingidas. O local fica vermelho, inchado e com bolhas. Há liberação de líquidos e a dor é intensa. É causada por contato prolongado com uma fonte de calor (ex: água ou óleo fervente, ferro elétrico). É grave quando a queimadura de segundo grau atinge rosto, pescoço, tórax, mãos, pés, virilha e articulações, ou uma área muito extensa do corpo. 

Como socorrer vítimas de queimadura de 2ºgrau?

1. Use água para resfriar o local. Faça isso com água corrente, utilizando um recipiente com água fria ou compressas úmidas. Não use gelo

2. Depois de cinco minutos, quando a vítima estiver sentindo menos dor, seque o local sem esfregar

3. Com o cuidado de não apertar o local, faça um curativo com uma compressa limpa

4. Nunca estoure as bolhas!

3º GRAU

Qualquer caso de queimaduras de terceiro grau é grave: elas atingem todas as camadas da pele, podendo chegar aos músculos e ossos. Como os nervos são destruídos, não há dor - mas a vítima pode reclamar de dor devido a outras queimaduras, de primeiro e segundo graus, que existirem. Ocorre por exposição direta ao fogo. 

Como socorrer vítimas de queimadura de 3º grau?

1. Retire acessórios e roupas, porque a área afetada vai inchar. Atenção: se a roupa estiver colada à área queimada, não mexa!

2. É preciso resfriar o local. Faça isso com compressas úmidas. Não use gelo!

3. Se a queimadura tiver atingido grande parte do corpo, tenha o cuidado de manter a vítima aquecida, através de lençóis limpos

4. Com o cuidado de não apertar o local, faça um curativo com uma compressa limpa. Em feridas em mãos e pés, evite fazer o curativo você mesmo, porque os dedos podem grudar um nos outros. Espere a chegada ao hospital

5. Não ofereça medicamentos, alimentos ou água, pois a vítima pode precisar de anestesia e, para isso, deve estar em jejum

6. Se a vítima estiver pegando fogo, tente apagar, abafando com panos molhados

7. Leve a vítima para atendimento em um hospital

OBS: Leve em conta que uma pessoa pode apresentar, ao mesmo tempo, queimaduras de terceiro, segundo e primeiro graus - e cada tipo de lesão pede um socorro específico.

Importantíssimo:
•    Nunca aplique nenhum produto caseiro como: sal, açúcar, pó de café, pasta de dente, pomadas, ovo, manteiga, óleo de cozinha ou qualquer outro ingrediente, pois eles podem complicar a queimadura e dificultar um diagnóstico mais preciso.
•    Não aplique gelo diretamente sobre o local, pois isso pode piorar a queimadura.
•    Evite também pomadas ou remédios naturais, assim como qualquer medicação que não for prescrita por médicos.
•    Em caso de ingestão de produtos caústicos ou queimaduras em boca e olhos, lavar o local com bastante água corrente e procurar o pronto-socorro.
•    Não toque a área afetada.
•    Não tente retirar pedaços de roupa grudados na pele. Se necessário, recorte em volta da roupa que está aderida à pele queimada.
•    Não cubra a queimadura com algodão.

Como prevenir as queimaduras?
•    Instrumentos de proteção no trabalho, os EPIs, salvam vidas e devem ser usados sempre, seja por eletricistas, distribuidores de gás, trabalhadores da construção civil e todas as profissões que envolvam risco;
•    Manter as tomadas protegidas;
•    Evitar velas próximas às camas;
•    Evitar que crianças usem fogos de artifício;
•    Não deitar com o cigarro aceso (melhor evitar fumar);
•    Não deixar panela com o cabo para fora do fogão;
•    Deixar líquidos inflamáveis (álcool, gasolina, tiner e outros) fora do alcance das crianças;
•    Observar a temperatura do banho quente;
•    Verifique sempre o botijão de gás (GLP), observando se não existe vazamento, usar mangueira própria para este tipo de ligação e respeitar a validade;
•    Manter o botijão de gás em local onde existe circulação de ar e evitar que a mangueira passe por lugares quentes que causem derretimento;
•    Cuidado com óleos quentes e uso de álcool para acender churrasqueira.
•    Cuidado com as instalações elétricas improvisadas ou desencapadas.


Compartilhe

Autor(es)

  • Liga Acadêmica de Emergências Clínicas - LAEC

    Liga Acadêmica de Emergências Clínicas - LAEC /

    Liga Acadêmica de Emergências Clínicas - LAEC Integrantes: Alexandra Figueira Parra Luguera Camila Kruschewsky Falcão Cely Valadres Galvão Ribeiro Ciro Costa Saraiva e Santos Daniela B Nascimento Djario da Silva Costa Junior Gerson Batista dos Santos Nunes Felipe da Silva Pereira Hani Dourado Al Khatib Juliana Ferrari Oliveira Keylla Freitas Passos Luciano Arthur O. da S. Pereira Lídice Correia Reis Maiave M. F. de Matos Priscila Leite dos Santos Rafael Maia Amoedo Renata Silva de Cerqueira Renata Trindade El Fahl Thayse Fernandes Lins Thiago de Araujo Aragão Vanessa Ferrari Oliveira Vinicius Bitencourt Novaes Vinícius Lima Moraes Professor Orientador: Paulo André Jesuino dos Santos - CRM BA 9117 Possui graduação em Medicina pela Escola Baiana de Medicina e Saúde Pública (1987), mestrado em Cirurgia pela Universidade Federal da Bahia (1999). É doutorando em Medicina e Saúde pela Universidade Federal da Bahia, no Programa de Alunos Especiais Docentes-PAED. Atualmente é professor assistente da Escola Baiana de Medicina e Saúde Pública e professor assistente da Universidade Federal da Bahia. Tem experiência na área de Medicina, com ênfase em Cirurgia e Medicina Intensiva, atuando principalmente nos seguintes temas: hérnia inguinal, hénias da parede abdominal, infecção sítio operatório, cirurgias videolaparoscópicas, choque, sepse, suporte básico e avançado de vida, trauma e educação médica.

Serviços Gratuitos
  • Unidade de Emergência e Urgência - Pronto Atendimento
    Tel.:3386-5819
    Rua Direta do Curuzú, Liberdade, Salvador, Bahia
  • Unidade de Emergência e Urgência - Pronto Atendimento
    Tel.:3395- 8322
    Setor A, s/nº, Cajazeiras VIII, Salvador Bahia
  • Unidade de Emergência e Urgência - Pronto Atendimento
    Tel.:3398-3035
    Rua Antônio Balbino s/nº, Plataforma, Salvador, Bahia
 

Redes Sociais