Publicada em 04/04/2017 às 14h20. Atualizada em 05/04/2017 às 10h01

Quais os fundamentos do tratamento de acupuntura?

Conheça a origem e as principais indicações para o tratamento com acupuntura.

CONTEÚDO HOMOLOGADO Bahiana
Compartilhe

"Originária da China, a acupuntura é um método terapêutico que se caracteriza pela inserção de agulhas na superfície corporal, para tratar doenças e promover a saúde. "

Originária da China, a acupuntura é um método terapêutico que se caracteriza pela inserção de agulhas na superfície corporal, para tratar doenças e promover a saúde. Ela é reconhecida como especialidade médica desde 1995 pelo Conselho Federal de Medicina. “Graças às pesquisas científicas realizadas nos últimos cinquenta anos, tanto na China como no Ocidente, os efeitos da acupuntura vêm sendo desvendados. Seu mecanismo de ação tem sido demonstrado à luz da ciência atual, tendo bases fisiológicas”, conta o médico Walter Viterbo nesta entrevista especial para o iSaúde Bahia.

iSaúde Bahia  - Quais são as principais indicações e contraindicações do tratamento?

Walter Viterbo - A inserção da agulha de acupuntura estimula terminações nervosas existentes na pele e nos tecidos subjacentes, principalmente nos músculos. A “mensagem” gerada por esses estímulos segue pelos nervos periféricos até o sistema nervoso central (medula e cérebro). Aí, deflagra a liberação de diversas substâncias químicas conhecidas como neurotransmissores, desencadeando uma série de efeitos importantes, tais como, analgésico, anti-inflamatório e relaxante muscular, além de uma ação moduladora sobre as emoções, os sistemas endócrino e imunológico e sobre várias outras funções orgânicas.

iSB - Quem pode aplicar a acupuntura?

Walter Viterbo - O atendimento em acupuntura é bem mais do que “inserir agulhas no corpo”. Essa é apenas uma das etapas de uma série de procedimentos encadeados, que obedecem à mesma sequência de uma consulta médica de qualquer outra especialidade. Assim sendo, durante a anamnese, as queixas e a história do paciente são ouvidas e anotadas. A seguir, é realizado um exame físico e são solicitados e interpretados exames complementares, quando necessários. Isso permite ao médico a elaboração de um diagnóstico clínico. Só então ele poderá decidir se a acupuntura está indicada naquela situação clínica e se há necessidade de prescrever alguma medicação, bem como associar outra forma complementar de tratamento. Finalmente, o médico poderá estabelecer um prognóstico, informando o paciente sobre as possibilidades de sucesso do tratamento empreendido e de suas limitações, no seu caso, em particular. Eventualmente, ele poderá ser encaminhado, caso necessário, a um médico de outra especialidade, para uma avaliação ou mesmo para a continuidade de seu tratamento. 

Os únicos profissionais de saúde do país que, por lei, detêm o direito de diagnosticar doenças, prescrever medicamentos e realizar procedimentos invasivos são os médicos, os cirurgiões-dentistas e os médicos veterinários. O Colégio Médico Brasileiro de Acupuntura (CMBA) defende que a prática da acupuntura, no Brasil, seja realizada por esses profissionais, nos seus respectivos campos de atuação. Esse entendimento foi corroborado pela Justiça Federal que, por meio de vários acórdãos do Tribunal Regional Federal da 1ª Região, entendeu que, “apesar de não existir no Brasil lei específica regulando a atividade de acupuntor, não pode o profissional de saúde praticar atos que sua legislação profissional não o habilite, sob pena de ferir-se o inciso XIII do artigo 5º da Constituição”. E decidiu “não ser possível aos profissionais de saúde alargar seu campo de trabalho”, como fizeram indevidamente os Conselhos Federais de Farmácia, Fonoaudiologia, Psicologia, Enfermagem, Fisioterapia e Terapia Ocupacional, por meio de resoluções que buscavam permitir a prática da acupuntura por suas respectivas categorias profissionais, “pois suas competências já estão fixadas nas leis que regulamentam o exercício dessas profissões”. 

iSB - Existe algum preparo para realizar a sessão?

Walter Viterbo - A acupuntura pode ser associada a outros métodos de tratamento, inclusive medicamentos. A normatização da Agência Nacional de Vigilância Sanitária (ANVISA) concernente à prática da acupuntura determina que ela seja realizada exclusivamente com material descartável. Infelizmente, profissionais sem formação adequada insistem na reutilização das agulhas. Por esse motivo, a literatura médica tem registrado grande número de relatos de pessoas vitimadas por doenças transmitidas por essas agulhas. Entre elas, encontram-se: hepatites, meningites, encefalites etc. Portanto, cabe ressaltar que as agulhas nunca devem ser reaproveitadas, nem no mesmo paciente, pois, uma vez guardadas, sua contaminação é quase certa. 

A acupuntura realizada por médicos especialistas é segura. No entanto, quando praticada por profissionais não habilitados tem-se revelado extremamente danosa. Os relatos de complicações são muitos e variados: desmaios, lesões em nervos periféricos, pneumotórax, hemotórax, infecção no pavilhão auricular, meningite, encefalite, mastoidite e até mesmo óbito. Para conhecer a lista detalhada dessas publicações, visite nosso site.

iSB - Deve-se tomar algum cuidado após se realizar a sessão?

Walter Viterbo - Não, pois, na grande maioria das vezes, a associação com outras formas de tratamento não apenas é possível, como é benéfica para o paciente. Porém, somente após a realização de uma consulta com a definição de um diagnóstico, o médico poderá determinar qual o tratamento mais adequado para cada quadro clínico. 

iSB - Agulha de acupuntura, eletroacupuntura, acupuntura a laser, ventosa e moxibustão – o que são? Têm indicações e/ou resultados diferentes?

Walter Viterbo – A agulha de acupuntura é feita de metal de espessura muito fina, semelhante a um fio de cabelo. A eletrocupuntura é uma técnica em que se conecta a agulha de acupuntura a um aparelho gerador de estímulo elétrico semelhante a TENS utilizado na fisioterapia e vai intensificar o resultado. Os aparelhos de laser emitem a sua própria luz, e o calor promove o estímulo que substitui a agulha. Já a ventosa é uma técnica em que se utiliza um objeto semelhante a um copo que vai massagear a pele por sucção levando a um relaxamento muscular. A moxabustão é um bastão de uma planta chamada artemísia que é queimado. Os efeitos pelo calor próximo a pele são muito úteis em inflamações e em pacientes com deficiência de energia.

iSB - No ano 2016, foi lançada uma cartilha sobre o uso da acupuntura no tratamento do câncer de mama. Quais os benefícios que esse tratamento pode trazer nesse caso específico?

Walter Viterbo - Uma pesquisa inédita conduzida na Universidade Estadual de Campinas (Unicamp) conseguiu comprovar que a acupuntura pode ser utilizada para combater complicações decorrentes de cirurgias para a retirada do câncer de mama, diminuindo, inclusive, o tempo de recuperação de males como a falta de mobilidade dos membros superiores e do linfedema (inchaço nos braços e pescoço provocado por má circulação). A pesquisadora Michele Alem, da Faculdade de Ciências Médicas, mostrou, em sua tese de doutorado, que o método ajuda a combater os sintomas mais rápido do que a medicina convencional. "Houve melhora significativa nas limitações de amplitude de movimento de ombro na flexão, bem como no grau do linfedema, após o sexto mês de terapia com acupuntura".

iSB - Quais os benefícios que a acupuntura pode trazer no tratamento de doenças reumáticas?

Walter Viterbo - Em reumatologia, as doenças atacam o sistema musculoesquelético comprometendo as articulações, ossos, músculos e órgãos internos como rins, coração, intestino, pulmão e pele. A acupuntura é um tratamento que pode ser feito isoladamente ou concomitante ao convencional pois alivia e reduz os sintomas e as dores de doenças como fibromialgia, osteoartrite, artrose, artrite reumatoide, gota e demais males de acordo com a indicação médica do especialista.

iSB - Ela pode ser utilizada para auxiliar o emagrecimento? Como isso ocorre?

Walter Viterbo - Diversos estudos demonstram a produção de neurotransmissores após a inserção das agulhas de acupuntura na pele do paciente e alguns deles estão relacionados com o prazer e a compensação. Dessa forma, é muito útil para auxiliar o emagrecimento, pois reduz a ansiedade, a compulsão e ajuda na regularização do metabolismo, muitas vezes afetado pelo estresse.

iSB - O efeito da acupuntura é imediato?

Walter Viterbo - O efeito da acupuntura pode ser sentido de imediato principalmente nos pacientes que se queixam de dor aguda, ansiedade e insônia, bem como pode ser acumulativo nas demais queixas.  

Compartilhe

Autor(es)

  • Walter Viterbo / CRM 11188

    Graduado em Medicina pela Escola Baiana de Medicina e Saúde Pública (1992). Atua como médico nos Hospital das Clínicas, Hospital da Bahia, Hospital Espanhol, Clínica Viterbo e Clínica Salvador. Tem experiência na área de Medicina com ênfase em Anestesiologia, Acupuntura e Algologia Acupunturista e Anestesiologista (tratamento da dor).

Saiba Mais

     

    Redes Sociais