Publicada em 19/06/2017 às 12h07.

Você cai no truque do prato da comida a quilo?

Com pratos grandes e leves, restaurantes de comida a quilo induzem o consumidor a se servir de grandes quantidades e, consequentemente, a comer mais.

CONTEÚDO HOMOLOGADO Bahiana
Compartilhe


Para iniciar uma reeducação alimentar, toda pessoa depende da orientação de um bom profissional, mas isso não garante sucesso do objetivo, porque grande parte vem da força de vontade e disciplina de cada um.

Agora, sabia que muitas vezes você é induzido ao erro?

A indústria de alimentos e os restaurantes estão ávidos para que você não perceba.......haha......alguns “truques”.

Você já reparou que a maioria dos restaurantes de comida a quilo possuem um prato leve e grande? O modelo dos pratos são maiores do que aqueles que usamos em casa.
Você imagina o motivo? Pra ficar mais bonito? Não!
É para fazer você comer mais! Como?!

O espaço no prato induzirá o consumidor a pensar que a quantidade servida ainda é insuficiente ou que você colocou menos do que a quantidade habitual. Por isso, você acaba se servindo mais, achando que o prato está vazio e leve. Depois de pesar, o susto: nossa! Deu isso tudo?!

Segundo o estudo do psicólogo Brian Wansink, da Universidade Cornell, em Nova York, e autor do livro “Comer sem pensar: Por que nós comemos mais do que imaginamos”, pessoas que se alimentam em pratos grandes tendem a comer mais, revela pesquisa americana.

"As pessoas não pensam que algo tão simples como o tamanho de uma tigela pode influenciar na quantidade que alguém, mesmo com alto grau de instrução, come”, afirmou Brian. Em um de seus trabalhos publicados em 2005, ele demonstrou exatamente isso. Foi realizado um estudo com 168 espectadores de cinema que comiam pipoca fresca ou murcha (feita há cinco dias) dentro de recipientes com diferentes tamanhos.

Durante a sessão do filme “O troco”, com o ator Mel Gibson, os voluntários consumiram 45% mais pipoca fresca quando colocadas em embalagens extragrandes do que nas grandes. O mesmo ocorreu entre os que receberam pipoca murcha. A ingestão foi 34% maior, quando o recipiente era tamanho família.

Até mesmo uma tigela de cereal infantil pode ser uma armadilha, segundo o psicólogo. Um estudo apontou que crianças de pesos diferentes que receberam uma tigela de 450 gramas eram mais propensas a se servir do dobro de cereais do que aquelas que tinham uma tigela de metade do tamanho.
Fique de olho na próxima vez que você for se servir!!

Compartilhe
Serviços Gratuitos
  • Ambulatório Docente-Assistencial da Bahiana - ADAB
    Tel.: (71) 3276 8200
    Av. D. João VI, 275, Brotas, Salvador, Bahia, CEP. 40.290-000
  • Centro de Estudos e Atendimento Dietoterápico - Cead
    Universidade do Estado da Bahia - UNEB
    Tel.: 71 3117-2200, Rua Silveira Martins, 2555, Cabula,Salvador,Bahia, CEP: 41.195.001
  • Consultório Dietético
    Escola de Nutrição da Universidade Federal da Bahia
    Tel.: (71) 3283-7714 / 7700
    Av. Araújo Pinho, nº32, Canela, Salvador, Bahia
 

Redes Sociais