Publicada em 23/01/2018 às 09h31. Atualizada em 23/01/2018 às 10h16

Quando devemos ir ao reumatologista?

Saiba do que cuida a reumatologista e quando procurar um médico dessa especialidade.

CONTEÚDO HOMOLOGADO Bahiana
Compartilhe

O iSaúde conversou com o médico reumatologista, Dr. Jozélio Carvalho, para saber mais sobre essa especialidade e as doenças que se enquadram como reumatismo. Confira!

iSaúde – O que trata o ramo da medicina chamado reumatologia? Quando devemos procurar um reumatologista?

Dr. Jozélio Carvalho – Trata das doenças do sistema musculoesquelético não traumáticas ou tumorais, estas últimas são tratadas pela ortopedia. Há dois grandes grupos de doenças reumáticas: autoimunes, no qual o corpo produz células ou anticorpos que atacam ele mesmo (ex.: lúpus) e o grupo das doenças metabólico-degenerativas (ex.: osteoporose).

iS – O que podemos entender por reumatismo?

Dr. Jozélio Carvalho – São doenças que geram inflamação ou degeneração do sistema musculoesquelético. São cerca de 150 doenças diferentes. 

iS – Quais as principais doenças reumáticas que atingem a população brasileira?

Dr. Jozélio Carvalho – As principais são, em primeiro lugar, a artrose, que é uma doença degenerativa que acomete pessoas acima dos 50 anos de idade, atingindo, principalmente, os joelhos, coluna, ombros, dedos e quadris. Em seguida, aparece, por ordem de frequência, a fibromialgia, doença que acomete principalmente as mulheres entre 30 e 60 anos de idade e se caracteriza por dor difusa, sono não reparador e ansiedade ou depressão associada. E, ainda, a osteoporose que é uma doença que reduz a força dos ossos, levando ao risco de fratura. A principal doença autoimune reumática que ocorre em 1% da população é a artrite reumatoide. Ela acomete mais mulheres entre 40 e 60 anos de idade e gera inflamação das mãos, punhos, cotovelos, joelhos e pés.

iS – O quadro de dor apresentado por pessoas que tiveram Chikungunya pode ser considerado reumatismo?

Dr. Jozélio Carvalho – Sim. A Chikungunya (CKV) pode levar a dois tipos de reumatismo: um, que é o desencadeamento de um reumatismo causado pelo próprio vírus CKV e o outro é o vírus agindo como um iniciador de um reumatismo que estava oculto, geralmente artrite reumatoide. A CKV pode também piorar um reumatismo que o paciente tinha anteriormente.

iS – Por que uma pessoa passa a sofrer de reumatismo (artrites, artroses etc.)?

Dr. Jozélio Carvalho – É multifatorial, ou seja, tem várias causas: o grupo de doenças degenerativas, a obesidade, o tabagismo, o sedentarismo e o uso repetitivo de articulações poderiam desencadear o reumatismo. No caso das doenças autoimunes, a genética associada a fatores do ambiente, tais como o uso de cigarro ou de anticoncepcionais, a exposição à radiação ultravioleta, infecções e outros elementos parecem ser fatores desencadeantes. Atualmente, a falta de vitamina D é um fator bastante comum aos reumatismos.

iS – Quais os tratamentos mais indicados nesses quadros?

Dr. Jozélio Carvalho – O tratamento varia de acordo com a doença a ser tratada. Mas, de forma geral, mudança de hábitos de vida como prática de atividade física, alimentação saudável, reposição de vitamina D, abandono do cigarro e redução do álcool são as medidas gerais para todos os reumatismos. E, para cada doença, existem os medicamentos específicos, tais como os anti- -inflamatórios, corticoides, imunomoduladores, biológicos, redutores de ácido úrico etc.

iS – Existem doenças reumáticas que atingem órgãos (ex. pulmões, rins, sangue etc.)?

Dr. Jozélio Carvalho – Sim, várias delas. O coração pode ser atingido por quase todas as doenças reumáticas, levando a aterosclerose precoce. Aliás, essa foi minha linha de pesquisa quando eu era professor na USP. A esclerodermia, doença que faz a pele ficar espessada leva a fibrose do pulmão, hipertensão pulmonar, alteração do esôfago e do intestino. O lúpus pode comprometer qualquer órgão do nosso corpo e com manifestações variadas.

A mensagem é que todo indivíduo que tenha suspeita de reumatismo deve ser acompanhado pelo médico reumatologista. 

iS – Quais hábitos um paciente de reumatismo deve adotar para evitar crises ou fases agudas da doença?

Dr. Jozélio Carvalho – A melhora de hábitos de vida, como abandonar o cigarro, manter o peso ideal, praticar atividade física e ter alimentação saudável são fundamentais. Seguir as recomendações dos profissionais de saúde que o acompanham, principalmente, as do reumatologista. Usar todas as medicações prescritas de forma adequada. A mudança ou parada dessas medicações devem ser feitas somente com orientação do seu médico. 

Compartilhe

Saiba Mais

     

    Redes Sociais