Publicada em 27/04/2016 às 16h33. Atualizada em 27/04/2016 às 22h42

Transtornos e tratamentos da Psicologia nos ambientes de trabalho

Neste 28 de abril, Dia Mundial em Memória das Vítimas de Acidentes e Doenças do Trabalho, o psicólogo Prof. Gerfson Oliveira nos explica mais sobre esse tema.

CONTEÚDO HOMOLOGADO Bahiana
Compartilhe

iSaúde Bahia – Quais são os problemas de saúde tratados pela psicologia que mais decorrem de ambientes de trabalho?

Gerfson Oliveira – Muitos problemas físicos e emocionais podem estar relacionados ao trabalho. Esta correlação depende de um conjunto de fatores como condições de trabalho, características da atividade profissional, cultura e clima organizacional e modelos de gestão do trabalho. Embora a psicologia busque promover uma atenção integral aos trabalhadores, os problemas de saúde mental mais tratados por ela, relacionados ao ambiente de trabalho, são a depressão, o estresse, o alcoolismo crônico, o transtorno do estresse pós-traumático, a síndrome de Burnout (um distúrbio psíquico de caráter depressivo, precedido de esgotamento físico e mental intenso, cuja causa está intimamente ligada à vida profissional), entre outros.

iSB – E quais são os tipos de trabalho ou profissões que mais geram problemas de saúde de caráter psicológico?

Gerfson Oliveira – De acordo com dados do INSS, os setores ocupacionais que mais apresentam transtornos emocionais relacionados ao trabalho são os seguintes: transporte aéreo, atividade de intermediação financeira, transporte terrestre, seguros, extração de petróleo, atividades de informática e conexas, telecomunicações, saúde, entre outros.

“Os setores ocupacionais que mais apresentam transtornos emocionais relacionados ao trabalho são: transporte aéreo, atividade de intermediação financeira, transporte terrestre, seguros, extração de petróleo, entre outros”.

iSB – Quais são os tratamentos mais empregados?

Gerfson Oliveira – Nesse contexto, a atuação do psicólogo deve se dar sempre em dois grandes níveis: promoção/prevenção e tratamento/reabilitação. Em relação à promoção da saúde mental e à prevenção de doenças, ele pode realizar avaliações psicológicas periódicas, encontros temáticos sobre a saúde mental e prevenção de acidentes, pesquisas de clima organizacional, estímulo às relações saudáveis no trabalho, identificação de riscos psicossociais na atividade laboral, treinamentos multiprofissionais, prevenção do estresse, desenvolvimento de grupos de saúde e qualidade de vida no trabalho.

Quanto ao tratamento e à reabilitação, ele pode realizar acompanhamento psicológico/psicoterapêutico, encaminhamentos à rede de atenção psicossocial, visitas domiciliares, reabilitação cognitiva para o trabalho e apoio especializado na elaboração de um plano diferenciado de atividades para trabalhadores que necessitam de cuidados especiais. Ademais, o psicólogo também poderá desenvolver pesquisas e tecnologias voltadas ao campo da saúde do trabalhador, colaborar na formulação e implantação de políticas publicas na área e cuidar/responsabilizar-se da relação entre a garantia de diretos dos trabalhadores e os interesses da organização.

iSB – Como é o campo de trabalho para o psicólogo que decide se direcionar a esse ramo? Os clientes, geralmente, são sindicatos, as próprias empresas ou trabalhadores que buscam o serviço por si próprios?

Gerfson Oliveira – O psicólogo que se interessa pelo campo deve aprofundar os seus conhecimentos  em relação à psicologia do trabalho. Seu campo de atuação é vasto, podendo exercer sua função em empresas públicas e privadas, consultorias, ONGs, sindicatos, associações, empresas de recursos humanos e centros de referência especializados em saúde do trabalhador.

iSB – O psicólogo acaba atuando também na produção de laudos que avaliam se o profissional adquiriu ou não aquele problema no exercício de sua atividade?

Gerfson Oliveira – Sim. O psicólogo poderá contribuir, através da aplicação de técnicas psicológicas, na avaliação dos aspectos psíquicos/emocionais do trabalhador, podendo identificar, assim, juntamente com uma equipe multiprofissional, os fatores expressivos para a formulação de hipótese diagnóstica de patologias relacionadas ao trabalho

Palavras Chave:

Compartilhe

Saiba Mais

     

    Redes Sociais