Publicada em 08/08/2018 às 12h13. Atualizada em 08/08/2018 às 17h01

Você está com queda de cabelo?

Saiba como evitar este problema que afeta homens e mulheres.

CONTEÚDO HOMOLOGADO Bahiana
Compartilhe

A queda de cabelo é um dos principais motivos de preocupação entre homens e mulheres. Por dia, cada pessoa pode perder entre 50 a 100 fios de cabelo. Quando esse número aumenta e começam a aparecer fios por toda parte, como em travesseiros e na roupa, essa queda excessiva deve ser investigada, já que o cabelo também tem como função preservar o couro cabeludo da radiação solar.  A dermatologista Andrea Botto, da clínica que leva o seu nome, explicou ao iSaúde quais são os motivos que levam ao enfraquecimento e à queda de fios capilares, formas de prevenção e tratamentos. Confira!

iSaúde – O que provoca a queda de cabelo?

Andrea Botto – O fio de cabelo possui três fases: a fase de crescimento (anágena), a intermediária (catágena) e a que os fios morrem e caem (telógena). A queda do fio capilar acontece quando surgem agentes desencadeadores que promovem desequilíbrio. São diversos os motivos que provocam a queda de cabelo em homens e mulheres.  E, sem dúvida, hábitos da vida moderna interferem na saúde capilar. Entre as causas mais comuns, destacam-se problemas hormonais, alteração na tireoide, estresse motivado pela vida agitada, caspa, amamentação e deficiência de nutrientes devido à má alimentação. Hábitos não saudáveis, entre eles, fumar ou oleosidade excessiva no couro cabeludo, que provoca o surgimento de fungos, menopausa, pós-cirurgia e tratamentos químicos também estão entre os causadores.

iS – Quais são os principais sintomas para confirmar a queda de cabelo e o que isso pode provocar?

Andrea Botto – Quando o cabelo começa a ficar ralo, cair aos bolos durante o banho, ao pentear ou até mesmo sobre a blusa, a causa deve ser investigada com um dermatologista para diagnóstico e tratamento. Além da função estética, o cabelo protege o couro cabeludo de radiação solar. Se essa área não estiver protegida, pode facilitar o surgimento do câncer de pele na região desprotegida.

iS – O que difere a perda de cabelo em homens e mulheres?

Andrea Botto – A queda de cabelo, também conhecida como alopecia androgenética ou calvície, atinge mais homens do que mulheres. Nas mulheres, a perda é mais difusa, enquanto que nos homens, o cabelo tende a cair mais na região central, no topo do couro cabeludo.   

iS – O que deve ser feito para a prevenção?

Andrea Botto – Hábitos saudáveis, como alimentação equilibrada, rica em ferro e proteínas, contribui para o fortalecimento do fio. Os cuidados com o cabelo, de forma correta, também são fundamentais. Para pessoas com o tipo oleoso, por exemplo, o indicado é lavar todos os dias. Já as com fios normais e secos, um dia sim, outro não, e os cabelos muito secos ou ressecados, é possível lavar a cada dois dias. Quanto mais precoce o diagnóstico, maior a possibilidade de reversão. Para a manutenção do cabelo saudável, o acompanhamento deve ser feito por um dermatologista e endocrinologista.

iS – Quais são os tratamentos disponíveis?

Andrea Botto – Graças ao avanço da dermatologia, já existem diversos tratamentos disponíveis. A automedicação deve ser evitada, e o tratamento adequado deve ser indicado por um dermatologista que analisará a necessidade de cada paciente. Entre as opções, há os medicamentos tópicos e orais. Também é possível fazer o tratamento com laser para estimular o crescimento dos fios. Em casos mais complexos, até o transplante de cabelo já é possível fazer.  A técnica de microinfusão de medicamentos é uma das mais procuradas da atualidade para quem quer dar um fim na calvície. Através da aplicação de ativos nutricionais diretamente no couro cabeludo, o produto atinge as células responsáveis pelo crescimento de novos fios e estimula toda a região tratada. Apesar de não invasivo, o procedimento só pode ser realizado por dermatologista ou cirurgião plástico e deve ser repetido de 2 a 3 vezes por ano, para garantir resultados eficazes. 

Compartilhe

Saiba Mais

     

    Redes Sociais